Apple Apaga Aplicativo da Wikileaks para iPhone. Censura?

Em mais um caso que pode ser considerado por muitos como exemplo de censura, a Apple, fabricante do iPhone, removeu hoje de sua Loja Virtual de aplicativos (AppStore) um aplicativo não oficial da Wikileaks. O Aplicativo foi aprovado oficialmente, passando pelo famoso processo de filtragem da Apple, tendo sido publicado dia 17 de dezembro. Contudo, sem nenhuma razão plausível, foi removido pouco tempo depois de sua publicação.
Embora muitas fontes da imprensa tenham noticiado que o aplicativo apagado era direcionado para a visualização dos telegramas secretos do Governo americano recentemente divulgados pela Wikileaks, o software na verdade era bem mais simples. O Aplicativo Wikileaks era apenas um visualizador da página web da Wikileaks e de seu perfil no twitter (@wikileaks), nada mais. Não existia nenhuma função especial de pesquisa ou qualquer funcionalidade que justificasse usá-lo no lugar de visitar a página da Wikileaks. Abaixo você poderá visualizar as duas únicas telas do aplicativo:

A aplicativo não está mais disponível na AppStore, mas a pergunta permanece: A Apple também optou pela Censura?

Outras fontes:

http://www.metro.co.uk/tech/851064-apple-pulls-wikileaks-app-from-app-store
http://techcrunch.com/2010/12/20/apple-removes-wikileaks-app-from-app-store/

Esta entrada foi publicada em Security e marcada com a tag , , , , . Adicione o link permanente aos seus favoritos.